TROCANDO DE CAPTADORES II

No texto passado escrevi sobre troca de captadores e recebi vários emails me perguntando se valeria a pena a troca mesmo em guitarras baratas. Por isso, decidi escrever um pouco mais sobre o tema, porém focando neste tipo de instrumento: os de baixo custo.


Com o passar dos anos, estes instrumentos melhoraram muito e se tornaram a primeira opção de compra da maioria dos iniciantes. Porém depois que esse iniciante adquire mais experiência, certamente precisará de uma guitarra melhor e a diferença financeira para uma guitarra top é grande.


Então, o que fazer?


A troca de componentes como captadores, elétrica, tarraxas e ponte é uma bela opção, visto que permite a escolha customizada de peças que por vezes não estão disponíveis nem mesmo nas guitarras mais caras, e ainda confere o status de poder dizer "Eu fiz”


Customizar o instrumento para o seu estilo, trocando as peças da guitarra ou baixo é um comportamento recente no Brasil, mas que já existe há décadas em outros países como EUA, Japão, etc.


Muitas vezes estes instrumentos tem também um apelo emocional com o guitarrista, por ter sido o primeiro, presente de família, etc. Então porque se desfazer dele?


Fora isso, atualmente se fala muito em sustentabilidade, afinal é um assunto do interesse de todos. Dessa forma, a troca dos componentes de uma guitarra ou baixo faz muito sentido.


Se o instrumento a ser customizado afina legal e tem uma boa pegada, só a troca dos captadores com certeza será um enorme upgrade e você sentira sua guitarra renovada.


Escolhendo os captadores certos, o instrumento realmente se transforma, é como se você tivesse uma nova guitarra.


Hoje já existem no mercado sistemas que possibilitam a instalação sem soldas, o que permite a retirada dos captadores ou de todo o circuito facilmente, especialmente interessante caso você decida vender a guitarra no futuro.


Enfim, qualquer instrumento pode receber novos captadores e com certeza o som do mesmo ira melhorar muito.


E para concluir, falamos muito a respeito da troca de captadores em guitarras asiáticas e de baixo custo.


Mas e uma guitarra top? Vale a pena a troca dos captadores?


Afinal, este tipo instrumento, de qualidade e preços superiores, já vem com bons captadores.


Mas a questão é: eles são os captadores certos para você?


Estão de acordo com seus estilos, seus gostos musicais?


Se não estiverem, a troca dos captadores com certeza é válida.


Você pode transformar sua guitarra vintage em uma guitarra matadora para metal, se for este o seu gosto.


Nos anos 70 quando surgiram as primeiras fábricas de captadores, a ideia era justamente esta, oferecer novas opções de timbre para as guitarras "originais de fabrica" que existiam.


Desde então, surgiu um novo mercado: o de customização de instrumentos musicais.


Esta customização geralmente é feita pelos luthiers ou pelos próprios consumidores, mas há uma outra opção, que vem ganhando força em nosso país, que é a venda de guitarras novas já customizadas, onde o processo é feito com o próprio fabricante ou na loja onde o instrumento foi adquirido.


Pensando nisso, iremos inaugurar em breve na sede da Malagoli Captadores, uma oficina de customização voltada exclusivamente para a elétrica do instrumento.


Ainda tem dúvidas?


Escreva-nos: erico@malagoli.com.br

wallpaper_fender_stratocaster.jpg
Posts em Destaque